terça-feira, 25 de julho de 2017

Entrevistas de emprego

Nunca pensei um dia ser eu a fazer entrevistas para emprego. Nunca pensei estar na outra cadeira, na pele da pessoa que faz as perguntas. Fui a algumas entrevistas quando procurava trabalho (quem não?) e nunca me senti à  vontade. Primeiro, porque não gosto de saber que estou a ser avaliada e depois temos que pensar sempre muito bem naquilo que estamos a dizer porque o que quer que seja pode ser fatal para jogar ou não a nosso favor.
Bem, ontem à  tarde, não fiz outra coisa no trabalho a não ser entrevistar. Como em tudo, há  pessoas de todo o tipo com vidas e experiências diferentes. Mas as mais novas, aquelas que acabaram os cursos e querem entrar no mercado de trabalho fizeram lembrar-me tanto de mim. De quando eu acabei o meu curso. De quando eu achava que sozinha ia mudar o mundo e marcar a diferença.  De quando achamos que sabemos tudo e pensamos estar aptas para qualquer circunstância. De quando somos mais ambiciosos, mais sonhadores.  De quanto estamos enganadas em relação a tudo.
Não condeno. Eu já fui assim também.  E não sei explicar e até pode não fazer sentido mas tive saudades!

4 comentários:

  1. E que tal a experiência?
    Não é o meu caso, mas achei piada ao teu post pois ainda ontem estive a tentar ajudar um primo recém-licenciado que está um pouco nervoso com a fase de entrevistas de emprego.
    Já passei essa fase há muito tempo e sinceramente, neste momento, não sei se ainda estou a par da "coisa".
    Queria ajudar o priminho...
    Alguma dica?

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A experiência é diferente. São formas de estar completamente opostas.
      A maior dica que eu posso dar e que eu acho importante é que a pessoa deve ser genuína desde que entra pela porta e sai pela mesma. Isso faz toda a diferença no discurso, na coerência. Dizer o que pensamos é sempre melhor do que dizermos o que pensamos que o outro quer ouvir... (contra mim falo. Hoje vejo tudo de outra forma). Como disse, é importante sermos ambiciosos (ambição saudavel), sabermos o que queremos, estar conscientes dos nossos limites e falhas... mas tudo na sua medida certa.
      Beijinhos

      Eliminar