-->

Coisa que dizem às crianças

segunda-feira, outubro 09, 2017

Os adultos enganam as crianças quando contam mentirinhas inocentes para obterem determinado comportamento delas. É que elas acreditam mesmo...  
Quem não tem histórias sobre isso? 
Eu não fui uma criança diferente.... Ainda hoje quando me lembro ou quando recordo com as minhas irmãs fartamo-nos de rir à conta disso. Mas mãe e pai, isso não se faz!

As que eu mais me lembro e foram mais marcantes para mim foram:
  • eu acreditava piamente que as crianças vinham das feiras locais. Detestava quando a minha mãe lá ia pois corria o enorme risco de vir mais uma garota lá para casa. Já tinha duas e para mim era o mais que suficiente. Na altura, eu queria ser filha única. Ter mais alguém a competir comigo a atenção dos meus pais era demasiado. Eu achava que a minha mãe deveria ser proibida de entrar em qualquer feira. E não, não era a cegonha que as trazia!
  • imaginem 3 crianças irrequietas num carro. Não parávamos quietas. Mas quando a minha mãe dizia que vinha lá a Velha nós punhamo-nos logo em sentido. Tinhamos medo da Velha. Era alguém feia e assustadora que andava na rua sempre à procura de crianças mal comportadas e que as levavam sabe-se lá para fazer o quê.. Lembro-me de um dia, ir-mos passear e atrás de nós seguia de fato uma velhinha. Deve ter sido o dia em que nos portámos melhor. Não havia barulho nem birra. Caladinhas que nem uns ratinhos.
  • Para mim havia mesmo pai natal. E sim, ele andava no ar com o trenó e deixava os presentes pela chaminé. Em casa nós abriamos sempre os presentes no dia 25 pela manhã. Por isso, no dia 24, nós crianças tinhamos sempre pressa para ir dormir. Sim, porque segundo a minha mãe, o pai natal só vinha depois de dormirmos.
E voçês? Em que é que vos enganaram?

(imagem retirada da internet)

You Might Also Like

4 comentários

  1. Acho que só mesmo a do Pai Natal, que eu descobri lá para os 8 anos. De resto não tenho recordação de "mentiras" ditas por eles ou por outros familiares.

    ResponderEliminar
  2. Eu só me lembro da história do "Pai Natal"! Também acreditava na sua existência e, claro, que descia pela chaminé para nos entregar os presentes! :D

    amarcadamarta.blogspot.pt

    ResponderEliminar